Textos



Guardo um amor arquivado
em um lugar qualquer
insondável...
que jamais confiei a alguém.
É amor em pura forma
imensa esfera
que, por si só, abraça o peito
e se espalha por toda Terra.

Mas é também amor envergonhado
tão tímido que sequer pulsa
sua própria essência, presença,
amor.


É irmão gêmeo do desconsolo,
vizinho antiga de uma idosa dor.
É amor que não pede nem reclama
ser algo além do próprio amor.


E tendo este amor tão bem escondido
com ele perco horas de contemplação...
E sendo amor que nunca foi amado
ama
bicho livre, menino desassombrado.

Crédito da Imagem :https://www.istockphoto.com/br/foto/antigo-com-gavetas-de-arquivo-gm187278825-28784318  



 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 12/04/2021


Comentários