Textos


No anzol da minha finitude
retorço-me
divino peixe
refém do predador
morte...

Crédito da imagem: www.oboto.com.br
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 07/08/2019


Comentários