Textos




Para Cris, todos os dias.

A cada dia, amor...
Deixar a semente
Crescer
Germinar
Ser gente.

A cada dia, repousar a alma
No rolar das águas correntes...
Sem querer que tudo seja o mesmo
Confiar no amanhã que se apresente.

A cada dia, amor...
Estender a mão ao outro
E engendrar o carinho absoluto
Que será sempre muito embora pouco.

A cada dia
Não turvar à toa o olhar...
Decepar o medo daninho
Que impede a alma de enxergar.

A cada dia, amor...
Saber que somos únicos,
Divinos por opção.

Ouvir a súplica do coração,
Descansar ao ritmo dolente
De uma só canção.

A cada dia, amor
Construir a ponte que nos une
Sobre um abismo traicoeiro...

A cada dia, amor...
Sermos amantes presentes
Senhores do mundo inteiro.
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 10/03/2008
Alterado em 29/11/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários