Textos


Para falar a verdade o que eu queria
era outro estar, outra alegria
lugar quieto pra divagar.
 
Pois nesse mundo de maldade
não há canto nem cidade
onde a gente pode vadiar...
 
E tudo isto eu queria por capricho
de poeta choroso e arisco
muito carente de lembrar...
 
Lembrar teu rosto de sereia
que do mar não sabia nem areia
mas conseguia me enredar...
 
Nas teias do teu corpo de princesa
mulher ousada e com nobreza
mulher que veio me revelar...
 
Amor que fez dos outros esmola
do melhor manjar só mariola
dos outros beijos um eterno rejeitar.
 
Queria que soubesses desses versos
já que nunca mais hei de estar
contigo no mesmo lugar...
 
Queria que sussurrasses um canto
na Bahia ou Gibraltar...
e com mil vênias à geografia
navegaria certo que vou chegar.
 

 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 22/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários