Textos


No fundo da consciência
uma velha canção relembra
da necessidade de acreditar....

E eu que faço caretas
para as certezas de superfície
continuo tão descrente
de tudo tão pouco temente
que chego a comigo mesmo
me assustar.

Não tenho mais como crer
nem a estranhos deuses louvar
Morreu em meu eu
Monolítico
O Deus dos esquecidos e aflitos.
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 21/08/2017
Alterado em 21/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo 9www.alexandregazineo.com)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários