Textos


Leve pássaro de prata, anoitecer
Dança solta em espaços
O Prazer
De saber que em meu destino se embala
A suave presença de você.
Adeus silencioso no portão
Triste olhar à paisagem que se vai
Itapuã, Atlântico, Corcovado
Voz macia de aeromoça
Pesado coração...
Escrevo saudades 
Sensuais como seu corpo
A dobrar esquinas, endereços
Princesa das cidades...
O futuro
Em silêncio...
Sonhos, cimento
Arranha-céus do amanhã
Salvador, salva a dor
Deste momento
Nebulosa manhã...


Texto escrito em 1986
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 05/04/2017
Alterado em 04/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo (www.alexandregazineo.com)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários