Textos


Quando alguém bater em minha porta
O silêncio dirá que não estou...
Que fui zanzando pelo mundo
Que fui me perder, talvez viajar...
 
E que o pobre visitante não insista
Em diante da porta emudecida
Continuar a esperar...
Porque sou fugitivo consciente
E não pretendo voltar.
 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 18/01/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo (www.alexandregazineo.com)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários