Textos


Foi em um breve momento
Antes da orla do abismo
Que pensei que havia reencontrado

               sua alma fugidia
Asas angélicas antes da queda...

Mas foi só a ironia do poço
Furioso e sem fundo
A brincar com minhas esperanças
Talvez - hoje já nem sei - sua mão branca
               como gaze curativa
Pensasse a ferida que não quer curar...

Foi apenas um breve momento
Destes que passam e não logramos guardar
Que pensei em ainda viver mais um pouco
                    Tolice!
Antes de saltar...

O abismo que me espreita
Que sabe me provocar...
Não me encara cúmplice
                    Nietzsche, deixa pra lá!
Foi-se toda minha filosofia
Vou caindo, caindo, caindo...
Sem parar.
 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 17/03/2015
Alterado em 17/03/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo (www.alexandregazineo.com)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários