Textos


A vida é suicídio
Assim me diz um blues em fim de tarde...
Como cordas que choram certezas
Em mim ecoam blues sem idade...

Merry way, merry christmas, já nem sei
Até onde irei sob as sombras do Natal...
Take me away and far away
No vórtice desta dor universal.

Minha cara branca de colonizador
Conhece senzalas de um outro horror
Nobody loves me anymore
Negro e abandonado amor.

A vida é suicídio
Morrem os blues quando morre a noite
The telephone calls
Na luxúria do teu açoite.
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 07/08/2012
Alterado em 28/05/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo e o site www.alexandregazineo.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários