Textos


Não perca tempo
ambicionando desfazer o nó
Górdio
que o macedônico xará
partiu ao meio.
Não...
batalhas no reino
do amor, do amar, do não amar, do amares
do querer, do seres, do suspirares
é implausibilidade estratégica
vitórias ou derrotas
que só os profetas seculares
adivinham, vez ou outra.

Por que o amor é assim mesmo
é deixar-se empurrar pelo vento
antes que se torne furacão.
É esconder a alma que grita
sob os tapetes da submissão.

Porque o amor pode ser prova, delícia
iguaria saboreada em frente ao mar
e sendo tanto, pode também ser nada
degraus tortos, inútil escada.

Mas sem o amor murcharíamos a consciência
e a pele nos cairia, tal qual serpentes,
amo e sendo assim, sadio ou doente,
acaricio seu sexo e cravo-lhe os dentes.

 
alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 02/08/2009
Alterado em 20/03/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários