Textos




A poesia é planta

No jardim do imaginário...

Deita raízes de sombra

Sobre o deserto árido.


Na lembrança que nos anima

A poesia conta a história do tempo...

Nos faz humanos por essência

Am todo e qualquer momento.


Podem de nós roubar os tesouros

aqueles que nada contam nos céus...

Mas a divindade da alma é insuspeita

Desvenda e sobrevive a todo véu.


Enquanto houver poesia

Na boca que beija

Na mão que acaricia

Seja noite ou seja dia...


Seremos senhores do que importa

Mágicos da ciência e da alegria

Nenhum inimigo nos fechará a porta

Aos salões infindos da fantasia.





alexandre gazineo
Enviado por alexandre gazineo em 22/08/2008
Alterado em 23/04/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo e o site www.alexandregazineo.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários