Meu Diário
03/10/2008 13h02
CONHEÇA MONTEVIDEO

Inspirado pelo jogo de Futsal da República Tcheca com o Uruguai no Campeonato Mundial de Futsal, decidi escrever algumas linhas sobre Montevideo, esta esquecida cidade sul-americana tão perto de nós.

Gosto de Montevideo. Identifico nela um clima estranho, nostálgico e poético, em suas ruas, avenidas e parques cercados de prédios antigos, marcadamente em arquitetura art-nouveau do início do século XX, do qual o melhor exemplo é o Palácio Salvo, na Plaza de La independencia

Não espere encontrar em Montevideo o clima frenético de cidades como Buenos Aires ou São Paulo. Não, ali o tempo parece transcorrer de forma diferente, onde você tem a impressão de poder tocar o passado e deixar de fora a correria e porque não mesmo dizer, o fausto, por vezes excessivo, de cidades economicamente mais pujantes.

Mas Montevideo tem charme. Ao menos assim penso. Vale a pena - e como - ir ao Mercado Del Puerto, verdadeiro templo gastronômico, e nos balcões dos muitos quiosques e restaurantes, tomar uma dose de Roldós, uma espécie de licor, de receita exclusivamente uruguaia, e simplesmente delicioso. mas para tomar o bom Roldó vá exclusivamente à Casa Roldós, porque existem imitações não tão boas.

 Lugar alegre e multi colorido, lá você pode optar opor excelentes pratos de frutos de mar ou uma maravilhosa parrilada, devidamente acompanhado pelas deliciosas e geladas cervejas uruguaias (todas são ótimas, tanto a Patrícia, como a Pilsen e a Norteña, embora eu prefira a primeira). Para frutos do mar, o mais indicado é o restaurante El Palenque, que tem mesas na varanda externa do Mercado

Andar de carro pelas Ramblas, avenidas largas ao longo do Rio da Prata que, aqui, parece o mar. Perto das Ramblas, fica o Shopping Punta Carretas, ótima opção de compra, principalmente para os homens, que lá podem encontrar ternos de grife (Christian Dior e outros) por, no mínimo, metade do preço praticado no Brasil.

Não deixe de visitar o Teatro Solis que é muito bonito e tem sempre um bom espetáculo em cartaz por preços bem acessíveis. Dê uma caminhada pela Avenida 18 de Julio, artéria principal da cidade, cheia de movimento, lojas, cafés e boas livrarias. Aliás, por falar em livrarias, caso você tenha facilidade em ler em espanhol, peça um livro do autor Juan Carlos Onetti, uruguaio e um dos mais importantes autores latino-americanos de todos os tempos. Dele recomendo o romance El Astillero.

Melhor ficar em um hotel no centro antigo. As opções são variadas, desde o mais caro, que é o Radisson, até opções medianas, como o Holliday Inn e o Hotel Europa. Ainda no centro, na Calle Colonia, proxíma ao Hotel Holliday Inn, visite uma octogenária confeitaria chamada Oro Del Rhin, com bons cafés e doces (indico o nosso 'sonho' que é delicioso). 

Recentemente, Montevideo, no trecho chamado de Ciudad Vieja (foto acima) foi cenário do filme Ensaio da Cegueira, dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles, baseado no romance de José Saramago.

Este é um resumo de Montevideo e um convite a quem o ler para ir até lá. No mais, como diria Caetano Veloso, lá estão 'as ramblas do planeta". 

Boa viagem!


Publicado por alexandre gazineo em 03/10/2008 às 13h02
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Alexandre Gazineo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.